Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Parente ficará no conselho da BM&FBovespa após assumir a Petrobras

Conselho de administração da estatal vai se reunir nesta segunda para avaliar a indicação do executivo para a presidência da empresa

Pedro Parente permanecerá na presidência do conselho de administração da BM&FBovespa, posição que ele ocupa desde 2013, mesmo depois de assumir a presidência da Petrobras. Segundo comunicado da Bolsa enviado ao mercado, Parente informou à companhia que, “se confirmado pelos respectivos órgãos de governança de que não existe conflito intrínseco de interesse”, ele seguirá no cargo.

Parente estará à frente da Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da BM&FBovespa na tarde desta sexta-feira, encontro que tratará da fusão com a Cetip. O negócio entre as empresas foi firmado no mês passado, após diversas tentativas de união capitaneadas pela BM&FBovespa.

Parente é presidente do conselho da Bolsa desde abril de 2013, quando substituiu Armínio Fraga no posto. Ele foi reeleito no ano passado, e seu mandato termina em abril de 2017.

Leia mais:

Parente comandou o ‘Ministério do Apagão’ durante crise energética

A Petrobras marcou reunião extraordinária do conselho de administração para esta segunda-feira para tratar sobre a indicação de Pedro Parente para o cargo de presidente da companhia. “A indicação foi comunicada à Petrobras pelo acionista controlador na noite de ontem, 19 de maio”, diz a estatal, em comunicado ao mercado divulgado na manhã desta sexta-feira.

Parente concedeu entrevista coletiva nesta quinta, após conversa com o presidente em exercício, Michel Temer. Na ocasião, o indicado a substituir Aldemir Bendine na Petrobras disse que não existe orientação para reauditar as contas da estatal e que não haverá indicações políticas na companhia.

Leia também:

FMI anuncia ajuda a países pobres para conter crises humanitárias

Governo suspende terceira fase do Minha Casa Minha Vida

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League