Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Monsanto recusa oferta de compra da Bayer, mas segue aberta a negociar

Em comunicado, companhia afirmou que proposta de 62 bilhões de dólares feita pela farmacêutica alemã foi 'financeiramente inapropriada'

O gigante do agronegócio americana Monsanto, especializada em organismos geneticamente modificados (OGM) e em pesticidas, rejeitou nesta terça-feira uma oferta de compra por 62 bilhões de dólares feita pela empresa farmacêutica alemã Bayer, considerando-a insuficiente. A companhia declarou, no entanto, que segue aberta a negociar.

O conselho de administração da Monsanto “considerou por unanimidade que a oferta da Bayer é incompleta e financeiramente inapropriada”, disse a empresa em um comunicado assinado pelo presidente, Hugh Grant. A Monsanto acrescentou que “continua aberta a manter discussões construtivas para determinar se uma transação (..) é possível”.

Grant disse que a oferta da Bayer “subestima significativamente” a companhia e não dá garantias suficientes de como a empresa alemã financiaria a transação ou de como lidaria com os possíveis questionamentos das autoridades regulatórias do mercado.

A Bayer apresentou na segunda-feira à Monsanto a maior proposta de aquisição já feita por um grupo alemão ao oferecer pagar 122 dólares por ação da empresa americana. A oferta significaria um total de 62 bilhões de dólares.

A proposta provocou uma subida nas ações da Monsanto, mas só até a marca de 106 dólares, devido à expectativa de que a oferta seria rejeitada e de que a Bayer deveria melhorá-la. As ações da Bayer, por sua vez, caíram.

(Com AFP)

Member of The Internet Defense League