Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Latam reduzirá operações no Brasil para enfrentar crise

Entre as medidas preparadas pela controladora da TAM estão a redução do número de voos e um corte no total de assentos por quilômetro

A companhia aérea chileno-brasileira Latam, maior do setor na América Latina e controladora da TAM, anunciou que reduzirá suas operações no Brasil para enfrentar a crise econômica e política no país. Entre as medidas, algumas a serem adotadas em caráter de urgência, estão a redução dos voos no país e um corte de ASK (assentos por quilômetro) entre 8% e 10%. As medidas foram apresentadas a acionistas nesta terça-feira, em Santiago.

A direção da Latam Airlines classificou a crise brasileira como a mais grave dos últimos anos, estimando que ela se aprofundará ao longo deste ano, após a contração de 3,8% do PIB em2015. A companhia fechou 2015 com perdas de 219 milhões de dólares.

A empresa disse buscar que suas operações sejam mais eficientes, sem prejudicar a conectividade de seus passageiros no Brasil, o terceiro mercado aéreo do mundo, com 98 milhões de passageiros por ano.

A companhia informou que os mercados de Chile e Peru foram os que tiveram melhor desempenho durante 2015, enquanto que a Argentina apresentou uma melhora de seu mercado aéreo após a recente mudança de governo. Para Maricio Amaro, diretor da companhia, a Argentina sinaliza otimismo, o que pode compensar a crise brasileira.

No começo do mês, a Latam informou que as ações da companhia deixariam de ser listadas na Bovespa devido à baixa representatividade desses papéis nos mercados em que opera.

Leia mais:

Pilotos rebaixam nível de segurança do espaço aéreo brasileiro

Crise política é principal ameaça para economia do Brasil, diz FMI

(Com Agência France-Presse)

Member of The Internet Defense League