Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

IGP-M desacelera de março para abril, diz FGV

Índice usado para reajustar a maioria dos contratos imobiliários passou de 0,51% em março para 0,33% neste mês, com alívio de preços no atacado e varejo

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), que é usado para reajustar a maioria dos contratos imobiliários, desacelerou de 0,51% em março para 0,33% em abril, divulgou nesta quinta-feira, a Fundação Getulio Vargas (FGV). A expectativa em pesquisa da Reuters junto a economistas era de que o índice subisse 0,35% na mediana das projeções. No ano, o indicador acumula alta de 3,3% e, em 12 meses, de 10,63%.

De acordo com a FGV, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60%do índice geral, subiu 0,29% em abril, desacelerando ante a alta de 0,44% no mês anterior.

Por sua vez, os preços no varejo também mostraram alívio, com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), com peso de 30% no índice geral, avançando 0,39%, depois de ter subido 0,58% em março.

A FGV informou que a principal contribuição para esse resultado foi dada pelo grupo Alimentação, cujo avanço dos preços diminuiu a 0,85%, de 1,12%, com destaque para o item frutas.

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que tem um peso menor que o dos outros no IGP-M, registrou alta de 0,41% em abril, contra 0,79% em março.

Leia mais:

Vale reverte prejuízo e tem lucro de R$ 6,3 bilhões no 1º tri

Fazenda considera positiva sinalização do STF sobre juros compostos

(Com Reuters)

Member of The Internet Defense League