Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gerente do Banco do Brasil é presa por não pagar aposentado no Rio

Oficiais de Justiça tiveram dificuldade para cumprir a determinação de bloquear R$ 649 milhões de quatro contas bancárias do Estado

Oficiais de Justiça tiveram dificuldade para fazer cumprir na quarta-feira, a determinação de bloquear 649 milhões de reais de quatro contas bancárias do Estado do Rio, para pagar vencimentos de março de 137 mil servidores inativos. Uma gerente do Banco do Brasil (BB) chegou a ser presa, e os pagamentos começariam a ser feitos à noite, somente a quem recebe pelo Bradesco.

Também à noite, o governo do Estado recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o bloqueio dos recursos. O Rio é um dos Estados mais afetados pela crise fiscal. O governo projeta para este ano um rombo de quase 20 bilhões de reais.

O quadro é tão grave que, na quarta, a sede da Secretaria Estado de Habitação, no centro do Rio, teve a luz cortada, por falta de pagamento. Alegando não ter caixa, o Estado pagou, em 14 de abril, os vencimentos de março de todos os servidores ativos (217 mil) e dos inativos que recebem até 2.000 reais líquidos (111 mil). Os demais inativos (137 mil) receberiam em 12 de maio.

Na terça-feira, o Tribunal de Justiça (TJRJ) determinou, em liminar, o bloqueio das contas, alegando que os aposentados não poderiam ficar sem seus pagamentos.

Leia mais:

Justiça bloqueia R$ 649 milhões para pagamento de aposentados no Rio

Fazenda considera positiva sinalização do STF sobre juros compostos

(Com Estadão Conteúdo)

Member of The Internet Defense League