Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dólar tem forte queda e é vendido a R$ 3,49, menor valor em mais de 7 meses

Queda reflete a euforia do mercado com perspectiva de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Votação de relatório acontece nesta segunda-feira

O dólar caía 2,68% às 14h50 desta segunda-feira, sendo cotado a 3,49 reais, em meio à euforia do mercado com a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara. A cotação é a menor desde o dia 21 de agosto de 2015, quando a moeda americana chegou aos 3,49 reais.

“A semana promete trazer grandes emoções”, resumiu o operador da corretora Correparti Ricardo Gomes da Silva, citando a votação do parecer sobre o impeachment e, possivelmente, a apreciação do tema no plenário da Câmara no fim da semana.

O próprio governo prevê que será derrotado na votação na comissão do impeachment, que acontece nesta segunda-feira, e tem concentrado seus esforços em angariar votos no plenário da Casa.

Levantamentos mostrando que estaria crescendo a adesão dos deputados à campanha pelo afastamento de Dilma têm sido bem recebidos no mercado, que entende que a manobra poderia ajudar a trazer de volta a confiança no Brasil.

O bom humor levou investidores a deixar de lado pesquisa do Datafolha que mostra redução do apoio popular ao impeachment. Diante da forte queda do dólar sobre o real, o BC intensificou sua atuação no mercado, mas com poucos efeitos.

Leia mais:

Um terço dos devedores renegocia dívidas, mas não consegue pagá-las

‘Daily Mail’ admite interesse em compra do Yahoo!

Exterior – Nos mercados externos, dados sobre a inflação chinesa alimentaram expectativas de que Pequim deve manter seus estímulos monetários, aumentando a demanda por ativos de maior risco. O movimento dava continuidade ao bom humor que prevaleceu na sexta-feira, depois de vários dias de intensa aversão a risco.

(Com agência Reuters)

Member of The Internet Defense League