Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bovespa cai 1,3% em sessão marcada por turbulência política

Durante a manhã, suspensão da votação do impeachment de Dilma estressou brevemente o mercado, fazendo o principal indicador da bolsa cair 3,5%. Ao longo da tarde, queda perdeu fôlego

O principal índice da Bovespa fechou em queda de mais de 1% nesta segunda-feira, ao final de uma sessão marcada por turbulência no cenário político, por causa da anulação da votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara dos Deputados, determinada pelo presidente em exercício da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), mas ignorada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros.

De acordo com dados preliminares, o Ibovespa caiu 1,31%, a 51.041 pontos. O volume financeiro do pregão somava 7 bilhões de reais. Entre as principais quedas, estiveram as ações da Vale e da Petrobras, que recuaram na esteira do recuo das commodities. No caso da petroleira, as ações ordinárias, com direito a voto, caíram 6,88%. Já as preferenciais, sem direito a voto, tiveram baixa de 5,95%.

A suspensão da votação do impeachment estressou brevemente o mercado local, fazendo o Ibovespa cair 3,5%, abaixo dos 50 mil pontos. Ao longo da sessão, no entanto, a baixa perdeu fôlego, em meio aos sinais de que o despacho de Maranhão não deve reverter o processo no Senado, com o início da votação prevista para quarta-feira.

Leia mais:

Temer classifica decisão de Maranhão como ‘atitude desesperada’

Rosa Weber arquiva recurso contra decisão de Maranhão

(Com Reuters)

Member of The Internet Defense League