Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A nova presidente do BNDES e o impeachment

Por mais de seis anos à frente da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e íntima das privatizações da década de 1990, a economista Maria Silvia Bastos Marques, escolhida pelo presidente interino Michel Temer para ser a nova presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), já teve uma passagem anterior pela instituição. Foi no governo do ex-presidente Fernando Collor de Mello. Ela trabalhou no banco entre 1991 e 1992, tendo ocupado cargo de diretoria e assessorado a presidência do BNDES. Maria Silvia entregou a carta de exoneração no dia do impeachment de Collor, em 29 setembro de 1992. É o que registra depoimento dela ao Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getúlio Vargas e à Fundação CSN. (Felipe Frazão, de Brasília)

Member of The Internet Defense League