Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PT tenta convencer ‘observadores internacionais’ a acompanharem impeachment

Diante da derrota certa na sessão plenária desta quarta-feira, quando o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff terá continuidade no Senado, parlamentares do PT, em mais um episódio que tende a envergonhar o país no exterior, tentam convencer juristas, professores e personalidades internacionais a atuarem como “observadores” da ação de impedimento para atestar se há ou não irregularidades no ato que deve culminar com a antecipação do fim do mandato da sucessora de Lula. “Vamos continuar trabalhando contra o julgamento. Sei que não há crime e tenho esperança de criar uma corrente internacional [a favor de Dilma]”, disse o senador e ex-cara-pintada Lindbergh Farias (PT-RJ), integrante da tropa de choque de Dilma no Senado. Por ora, está decidido que o governo recorrerá novamente ao Supremo Tribunal Federal (STF) a partir de amanhã, quando a presidente Dilma já estará afastada do cargo, e à Corte Interamericana de Direitos Humanos sob a perigosa e inverídica alegação de que estaria em curso um golpe de Estado no Brasil. (Laryssa Borges, de Brasília)

Member of The Internet Defense League