Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PF cumpre 20 mandados de prisão na operação Mar de Lama

Quadrilha investigada é formada por políticos, servidores públicos e empresários do município de Governador Valadares (MG)

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira a terceira fase da operação Mar de Lama, que visa combater um esquema de fraudes na prefeitura de Governador Valadares (MG) e no Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) do município. A quadrilha alvo da operação, formada por políticos, servidores públicos e empresários, é acusada de causar um rombo de 1,5 bilhões de reais aos cofres públicos. Na ação de hoje, a PF cumpre 20 mandados de prisão, cinco preventivas e quinze temporárias.

A PF também pede a suspensão de dezessete funcionários de suas funções na prefeitura e na Câmara municipal de Governador Valadares, no Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) e na Superintendência Regional do Incra em Belo Horizonte. Os alvos da operação são investigados por lavagem de dinheiro, corrupção ativa, corrupção passiva, fraude à licitação, advocacia administrativa e organização criminosa.

O nome Mar de Lama se refere às chuvas torrenciais do terceiro trimestre de 2013 que provocaram inundações em diversos pontos de Governador Valadares. Na época, a prefeitura da cidade decretou estado de emergência para captar recursos financeiros do governo federal. Segundo a PF, o grupo investigado se aproveitou dessa situação para fraudar contratos com o poder público.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League