Clique e assine com 88% de desconto

Os quatro ausentes na votação que cassou Delcídio

Por Da Redação - 10 maio 2016, 20h34

Nenhum deputado votou contra a cassação do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS) por quebra de decoro parlamentar nesta terça-feira. Apesar da votação massacrante – 74 a 0 -, cinco senadores não marcaram presença na sessão. São eles: o próprio Delcídio, Jader Barbalho (PMDB-PA), Rose de Freitas (PMDB-ES), Maria do Carmo Alves (DEM-SE) e Eduardo Braga (PMDB-AM). Além deles, Renan Calheiros (PMDB-AL) não votou, pois na sua condição de presidente da Casa só se manifesta em caso de empate com o voto de minerva. O presidente do Conselho de Ética, João Alberto (PMDB-MA), decidiu se abster. Ex-ministro de Minas e Energia, Braga está de licença médica e, segundo informações da Secretaria da Mesa, Rose de Freitas teria passado mal nesta terça. Já Jader Barbalho não apareceu e Maria do Carmo chegou a registrar presença, mas não participou do pleito. Com a perda do mandato e sem foro privilegiado, o ex-líder do governo Dilma Rousseff fica inelegível por oito anos e deve responder aos crimes pelos quais é acusado na Lava Jato ao juiz federal Sergio Moro, que conduz os processos da operação na primeira instância em Curitiba. (Com Eduardo Gonçalves, de Brasília)

Publicidade