Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ondas invadem ruas de Santos e bloqueiam avenida

Houve ressaca também no Rio e há riscos de fortes ondas em Santa Catarina

Uma forte ressaca atingiu a cidade de Santos, no litoral de São Paulo, nesta quarta-feira, causando prejuízos ao município. De acordo com a prefeitura, as ondas invadiram as ruas e destruíram aproximadamente cinquenta metros da tradicional mureta ao longo da Avenida Ponta da Praia – um dos cartões-postais de Santos. Além disso, o piso de cerâmica e concreto da Ponte Edgard Perdigão, assim como o assoalho de madeira do Deck do pescador, sofreram danos.

De acordo com a Base Aérea de Santos, os ventos na região chegaram a quase 60 quilômetros por hora. As ondas do mar, provocadas pela ressaca, ultrapassaram três metros de altura.

Por causa da alta da maré, a Avenida da Praia continua bloqueada nesta quinta, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos. O serviço de transporte de balsas entre Santos e Guarujá ficou parado por três horas.

A cidade do Rio de Janeiro também registrou ressaca nesta quarta. Na semana passada, as fortes ondas derrubaram um trecho de cinquenta metros da ciclovia Tim Maia, na Zona Sul, matando duas pessoas. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os ventos chegaram a 75,6 quilômetros por hora às 16 horas de ontem.

Nesta quinta-feira, o Estado de Santa Catarina informou que há riscos de ressaca no litoral. Conforme informou o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia Estadual (Ciram), o mar está agitado, com ondas de três a quatro metros de altura.

Na madrugada de hoje, caiu neve nos municípios de São Joaquim e Urupema, ambos no Planalto Sul. Nesta última cidade, a temperatura chegou a 3,2 graus negativos – mas a menor temperatura ficou com a cidade de Morro da Igreja, onde foi registrado 3,6 graus negativos. A sensação térmica nos dois locais era de 22 e 20 graus negativos, respectivamente.

(Da redação)

Member of The Internet Defense League