Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bombeiros retomam buscas por vítimas de desabamento de ciclovia no Rio

Trecho de 50 metros da estrutura desabou nesta quinta-feira por causa da ressaca do mar. Dois corpos já foram encontrados

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro retomou na manhã desta sexta-feira, por volta das 6h30, as buscas pela pessoa que segue desaparecida após a queda de parte da ciclovia Tim Maia, no bairro de São Conrado, Zona Sul do Rio. Cerca de vinte militares trabalham na operação, entre eles bombeiros dos grupamentos marítimo e aéreo.

Duas pessoas morreram nesta quinta-feira depois que o trecho de 50 metros da obra foi levado pela força das ondas. Uma das vítimas foi identificada pelo cunhado, ainda ontem. É Eduardo Marinho Albuquerque, de 54 anos. O outro homem tem entre 40 e 50 anos, mas ainda não foi reconhecido. As buscas por mais vítimas foram interrompidas às 19 horas.

A ciclovia custou 45 milhões de reais, tem 3,9 quilômetros, 2,5 metros de largura, vai do Leblon a São Conrado e foi inaugurada pelo prefeito Eduardo Paes (PMDB-RJ) no dia 17 de janeiro. Na ocasião, ele disse que essa “é a ciclovia mais bonita do mundo”, referindo-se à vista livre para o mar.

Leia também:

Vídeo mostra momento da queda de ciclovia no Rio

Construtora de ciclovia que desabou no Rio é da família de secretário de Paes

Tragédia em ciclovia mina credibilidade da Rio-2016, diz imprensa internacional

(Da redação)

Member of The Internet Defense League