Clique e assine com 88% de desconto
Fernanda Furquim - Nova Temporada Por Blog Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Os Pioneiros no TCM

Por didox - Atualizado em 17 nov 2016, 18h58 - Publicado em 17 nov 2016, 16h51

Em 1974, Ed Friendly havia obtido os direitos de uma série de romances publicados por Laura Ingalls Wilder, em 1932, e estava à procura de uma rede para financiar um filme baseado nos livros. Imediatamente lembrou-se de Michael Landon, que acabara de sair de Bonanza e tinha conexões com a NBC. Landon ficou encantado com o roteiro, e sua filha, com os livros.

Procurando abordar os mesmos valores familiares de Bonanza, Little House on the Prairie contava sobre uma família de pioneiros que luta para se manter nas planícies do Kansas no período pós-guerra civil. O filme termina com a família partindo de sua casa devido a uma ordem do governo e deixou o público se perguntando sobre o destino dos Ingalls. Para responder a essa pergunta, foi criada uma série com o mesmo título e o mesmo elenco.

Na série, conhecida aqui como Os Pioneiros, os Ingalls se estabelecem em uma pequena cidade chamada Walnut Grove, em Minnesota, onde fazem diversos amigos, vencem obstáculos e emocionam o público com estórias dramáticas, tocantes, românticas ou cheias de aventura. À frente do empreendimento estava Michael Landon, que serviu como produtor executivo durante todas as nove temporadas, além de escrever e dirigir diversos episódios.

Continua após a publicidade

Charles Ingalls



O começo foi marcado por grandes desacordos criativos entre os dois produtores, pois enquanto Landon pensava em tratar principalmente da família, Friendly preferia manter-se fiel aos livros. Eventualmente, Friendly abandonou a série. Como Landon ficou no controle, pôde abordar temas polêmicos como vícios, racismo e elitismo. Mais tarde, em um livro intitulado Conversations with Michael Landon, o ator declarou que Friendly nunca estava presente e tentara sabotar a série.

Landon, ao contrário, tentava ao máximo ser meticuloso com os detalhes. Ele queria que os cenários e as pessoas refletissem com precisão o tempo dos pioneiros do século 19. Assim, ele pesquisou na história e procurou fotos de fazendas, escolas e igrejas para transformar as locações em Simi Valley, na Califórnia, em um retrato daquela época.

Caroline Ingalls



Landon também liderava o elenco como Charles Ingalls, um fazendeiro casado com Caroline, interpretada por Karen Grassle. O casal tinha sete filhos, quatro naturais e três adotados. Eles eram Mary (Melissa Sue Anderson), Carrie (Lindsay e Sidney Greenbush), Grace (Wendi e Brenda Turnbaugh), Cassandra (Missy Francis), James (Jason Bateman), Albert (Matthew Laborteaux) e Laura (Melissa Gilbert), personagem através do qual as estórias eram relatadas.





Enquanto os pais trabalhavam para prover o sustento da família, Mary, a filha mais velha e uma das meninas mais bonitas da cidade, se dedicava ao estudo e atraía a atenção dos garotos. Laura, a filha do meio, gostava de explorar, era destemida e não tinha medo de defender suas idéias, mesmo que isto significasse enfrentar os Olesons (Scottie MacGregor e Richard Bull) e sua terrível filha, Nellie (Alison Arngrim).

Continua após a publicidade


A verdadeira Laura Ingalls nasceu em 1867, no Wisconsin. Em 1868, Charles e Caroline se mudaram com Laura e Mary para as planícies do Kansas, onde a vida podia ser tanto divertida quanto difícil. Quando Laura já era uma mulher madura, ela começou a escrever um diário e, após conseguir uma editora, escreveu uma série de livros infantis abordando sua juventude na fronteira.

Ao logo das nove temporadas foram vários os personagens coadjuvantes, entre eles o Dr. Hiram Baker (Kevin Hagen), o Reverendo Robert Alden (Dabbs Greer) e Isaiah Edwards (Victor French, com quem Landon voltaria a contracenar na série O Homem Que Veio do Céu/Highway to Heaven). Vocês encontram uma lista completa do elenco na Little House Memories.

Dr. Hiram e Isaiah Edwards



Nesses nove anos de produção, as crianças cresceram e seus personagens evidentemente tiveram de se adaptar. Assim, Mary perdeu a visão e foi transferida para uma escola em Dakota, onde se apaixonou por seu professor, Adam Kendal (Linwood Boomer), também cego. Eles se casaram e tiveram um filho. Laura tornou-se professora em Walnut Grove e casou-se com Almanzo Wilder (Dean Butler), professor com quem teve uma filha. Na última temporada, Leslie Landon, filha de Michael Landon, entrou para a série como a nova professora, Etta Plum.

Continua após a publicidade

Com a maturidade dos personagens, Michael Landon começou a perder o interesse nos habitantes de Walnut Grove e estava mais preocupado com sua nova série, Father Murphy, estrelada por Merlin Olsen e Moses Gunn, que estreara em 1981. Ele então decidiu se afastar, mas para não desapontar o público, reformulou a série e a relançou em setembro de 1982 com o título de Little House on the Prairie: A New Beginning. Laura e seu marido tornaram-se protagonistas e receberam a companhia de John e Sarah Carter (Stan Ivar e Pamela Roylance), que se mudam para a antiga casa dos Ingalls com seus filhos Jeb (Lindsay Kennedy) e Jason (David Friedman). Porém, sem a família Ingalls original, a audiência decaiu e a série foi cancelada em março de 1983.

Como ela chegara ao fim sem uma conclusão, Michael Landon convenceu a NBC a fazer mais três filmes para colocar o ponto final na saga. O primeiro, A Look Back to Yesterday, foi apresentado em dezembro de 1983 e encerrou a estória de Albert Ingals. Em fevereiro de 1984, a NBC passou The Last Farewell , que mostrou a destruição de Walnut Grove (Michael Landon decidiu destruí-la, porque não queria que outras produções reutilizassem sua cidade). Embora esse tenha sido o último filme a ser produzido, a NBC ainda tinha outro que não havia sido apresentado. Bless All the Dear Children, rodado em 1983, encerrou Os Pioneiros com uma estória girando em torno do rapto da filha de Laura.

Ao lhe perguntarem sobre os valores de Os Pioneiros, Michael Landon declarou que “os principais valores da série são as pequenas coisas com as quais ninguém mais se importa, as necessidades básicas das pessoas e a dificuldade de supri-las naqueles tempos.”

Continua após a publicidade


Atenção: Os Pioneiros, a partir do dia 5 de abril no TCM, de segunda à sexta, às 13h, com reprise às 8h.

Texto: Marta Machado (a convite de Fernanda Furquim)

Publicidade