Clique e assine com 88% de desconto
Publicidade
Para melhorar a educação no Brasil, precisamos parar de falar em “mais” e começar a falar em "melhor". Inclusive melhor uso do tempo em sala de aula.
Menos de 50% dos alunos das nossas escolas públicas adquirem os conteúdos do ensino fundamental. E nossas elites educacionais também não estão nada bem.
Todos os países da OCDE – apesar do grande número de alunos matriculados em cursos médios técnicos – apresentam desempenho bem superior ao do Brasil.  
A diferença de notas entre as regiões é relativamente alta no PISA: Norte e Nordeste encontram-se cerca de 40 pontos abaixo da média dos outros estados.
Como o Brasil se sai na comparação com os países-membros da OCDE e também com os países não-membros? E os resultados das escolas privadas?
Publicidade